MapaComo Chegar Menu

Menu


Resíduos de poliuretano serão reciclados no Paraná

purcom

O Paraná dará mais um passo importante para reduzir o volume de resíduos destinados aos seus aterros sanitários e Lixões, que serão desativados gradativamente. Na próxima quarta-feira (22), será apresentado em Curitiba, o primeiro plano de resíduos sólidos para a coleta e destinação de produtos fabricados a partir do poliuretano.

Este será o primeiro plano do Brasil, neste seguimento e que prevê a reciclagem e coleta de 23 mil toneladas de poliuretano que são disponibilizadas no mercado paranaense anualmente. Estes resíduos, atualmente, vão parar nos aterros sanitários. Entre os produtos que utilizam o poliuretano estão a produção de colchões, estofados, isolamento térmico de geladeiras, freezers e câmaras frigoríficas, rodas para patins e skates, assentos e volantes de automóveis, calçados, peças para indústrias, entre outras aplicações.

O plano desenvolvido pela Purcom Química, será apresentado na íntegra em Curitiba para todos os seus clientes que utilizam o poliuretano na fabricação de produtos. Ele irá beneficiar empresas que utilizam o poliuretano em 170 municípios de sete regiões do Paraná. O documento será apresentado no evento “Política Nacional de Resíduos Sólidos: Como transformar o resíduo de poliuretano em oportunidades”, que acontece na próxima quarta-feira (22), às 14h, no auditório 2 do Bloco Vermelho, da Universidade Positivo.

O que diz a Lei - Como instrumento da Lei Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/10), a Logística Reversa exige que as indústrias se responsabilizem pela coleta e destinação dos seus produtos pós-uso e os planos são elementos fundamentais para que isso ocorra. Os planos devem conter todas as indicações do que o setor fará para viabilizar a logística reversa, incluindo a rastreabilidade dos produtos, ações de coleta, recolhimento, reciclagem e Valorização e somente o que for rejeito, deverá ir para vala controlada.

“Estamos atendendo ao edital 01/2014 da Secretaria do Meio Ambiente do Paraná, o qual solicitou que as empresas do Setor de Poliuretano, Fibra de Vidros e Poliestireno apresentassem seus planos de logística reversa para o Estado até março de 2015, prorrogado até junho de 2015”, explica o responsável pelo projeto e diretor da Purcom, Giuseppe Santanchè.

Reciclagem - Na oportunidade, será divulgado um sistema que permite a transformação dos resíduos em um composto de matéria-prima para confecção de novos produtos. O plano indicará uma empresa especializada no gerenciamento e destinação destes resíduos, onde o resíduo do poliuretano será transformado em um composto de matéria-prima para confecção de novos produtos como, muros para escolas e creches, tampos de carteiras escolares, estrutura interna de portas, base para abajures, tarugos para estrada de rodagem, entre outros. A empresa que fará a reciclagem do poliuretano é a Devolva Serviços Especiais Ltda, que atua desde 2008 na cadeia produtiva da reciclagem.

Serviço:

Política Nacional de Resíduos Sólidos: Como transformar o resíduo de poliuretano em oportunidades

DATA: 22 de julho (quarta-feira)

HORÁRIO: 14 hs

LOCAL: Auditório 2 – Bloco Vermelho da Universidade Positivo

ENDEREÇO: Rua Professor Parigot de Souza, 5300 – cidade Industrial – Curitiba